.
.

27 de julho de 2010

.

“Diante do louco, diante do delirante, não se esqueça de que você é ou você foi analisante, e que você também falava do que não existe.”
Miller

Um comentário:

Rosangela disse...

Verdade, cuidemos de quando avaliar as pessoas (no cotidiano mesmo) não nos esqueçamos que tbm somos humanos, fazemos parte de todo esse "estado humano de ser". Criticos sim, mas honestos em nossa essência!
Amei teu blog, virei mais vezes!