.
.

13 de janeiro de 2011

Freud, por Lacan:

"A experiência de Freud instaura-se a partir da busca da realidade que há em alguma parte dentro dele mesmo, e é isso que constitui a originalidade de seu ponto de partida. Aliás, ele acrescenta na mesma linha - até mesmo a excitação sexual é, para alguém como eu, inutilizável nessa via. Não confio nem mesmo nisso para ver onde estão as realidades últimas. E ele acrescenta - conservo nesta história toda, meu bom humor. Antes de chegarmos ao resultado devemos saber ainda conservar um momento de paciência"

Lacan, Seminário 7: Ética da Psicanálise





4 comentários:

Paulo Becare Henrique disse...

Um gênio falando sobre outro gênio.

Esconderijo do Observador disse...

Entao, ele tinha razao, amar é dar o que nao se tem a quem nao o quer?

Um beijo do observador

Rita disse...

Como em minha opinião Freud também disse muita besteira sobre mulheres e sexualidade feminina, gostaria de ver voce fazer uma análise critica desses momentos menos felizes do grande homem que afinal, educado numa sociedade vitoriana, também teve pés de barro.
Desculpe o atrevimento, fica o desafio.

Allyne Evellyn disse...

Gostaria de obter informações sobre o seminário relacionado a femilinidade na obra de Freud!
allyne.evellyn@gmail.com